Bem-vindos ao sítio do Consulado-Geral de Portugal em Estrasburgo

 

logo consulado2.0

 Aqui encontrará informações sobre os serviços disponíveis, bem como sobre os procedimentos a seguir e os documentos a apresentar para a prática de atos consulares.

Esperamos que estas informações sejam úteis.

Para fazer marcações e pedir outras informações envie um e-mail para: consulado.estrasburgo@mne.pt

Mais notíciasNotícias

O Consulado-Geral de Portugal em Estrasburgo vai estar encerrado no dia 25 de Fevereiro de 2020.

A AICEP produziu um vídeo sobre a Captação de Investimento Estrangeiro e a Exportação de Bens e Serviços, mostrando o que melhor se faz em Portugal, com destaque para o setor de I&D nas empresas e o talento disponível no nosso país.

O video pode ser visto em portugês e inglês.

Conferência dos Oceanos, coorganizada pelos governos do Quénia e Portugal, tem lugar num momento crítico em que o mundo está a intensificar os seus esforços para mobilizar, criar e impulsionar soluções para alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030. A conferência, que é um dos primeiros marcos da 'Década de ação para alcançar os objetivos do desenvolvimento sustentável', lançada pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, permitirá implementar soluções inovadoras baseadas na ciência, cuja necessidade é sentida com muita intensidade, a fim de abrir um novo capítulo na ação global em favor dos oceanos.

lisboa_conferencia_0.png

O Governo procedeu à nomeação dos Adidos de Segurança Social que irão integrar as representações diplomáticas de Portugal na Alemanha, França, Luxemburgo, Reino Unido e Suíça. O início de funções está previsto para dia 1 de março, sendo precedido por um período de formação específica em Lisboa, a decorrer em fevereiro.

As Comunidades Portuguesas nestes países passam, desta forma, a dispor de pontos focais do Instituto de Segurança Social (ISS) na rede consular portuguesa, numa iniciativa inédita, que visa aproximar o serviço público das pessoas que vivem e trabalham fora do país, na maioria dos casos há largos anos.

Com esta medida pretende-se dar prioridade e facilitar a ligação dos emigrantes às entidades públicas nacionais competentes em matéria de segurança social, designadamente na prestação de informação e para efeitos de reconhecimento e atribuição de prestações sociais, destacando-se as pensões.

Aos Adidos caberá a missão de mediar, em cada país, a comunicação dos interessados com a Segurança Social portuguesa, de modo a poderem aceder a informação relevante para o exercício dos seus direitos e para acompanharem o andamento dos seus pedidos.

É intenção do Governo promover sessões públicas junto das Comunidades Portuguesas dos países em causa, para apresentação do modelo e respetivo enquadramento.

Lisboa, 4 de fevereiro de 2020